jusbrasil.com.br
18 de Abril de 2021
    Adicione tópicos

    Pesquisa revela que muitos eleitores esqueceram em quem votaram

    Tribunal Superior Eleitoral
    há 10 anos

    Uma pesquisa sobre a Campanha de Esclarecimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as Eleições 2010 revela que boa parte dos eleitores brasileiros já não se lembra mais em quem votou nas eleições deste ano.

    O esquecimento é maior em relação aos cargos de deputado estadual, no qual 23% dos eleitores entrevistados não lembraram o candidato escolhido na hora do voto. Em segundo lugar com maior grau de esquecimento foram os votos dados para deputado federal, onde 21,7% afirmaram que não se lembram em quem votou. No caso de senador, o esquecimento ficou em torno de 20,6% dos entrevistados.

    A pesquisa foi realizada por meio de duas mil entrevistas divididas nas cinco regiões do país e em 24 estados. Um sorteio aleatório selecionou 136 municípios dentro desse universo para entrevistar as pessoas logo após o segundo turno das eleições.

    O estudo ocorreu entre os dias 3 e 7 de novembro e tem margem de erro de 2,2% para mais ou para menos. Os entrevistados tinham entre 16 e 70 anos com variação de escolaridade entre a 4ª séria do ensino fundamental e o ensino superior completo. A maioria dos entrevistados - 32% - declarou ter o ensino médio completo.

    Meios de informação

    A pesquisa também perguntou aos entrevistados qual o principal meio de comunicação utilizado para se informar sobre política e eleições. O resultado mostrou que 56,6% se informam principalmente pela televisão e 18,4% por meio de conversa com amigos e parentes. A internet apareceu em terceiro lugar com 9 ,9% a frente do jornal impresso; do rádio e de revistas.

    Ainda sobre os meios de informação, 79% responderam que assistem com freqüência a TV Globo. Em seguida aparece a TV Record com 60 ,4%; SBT, com 37,8% e TV Bandeirantes, com 25,6%.

    Debates e pronunciamento

    Questionados especificamente sobre a fonte de informação utilizada para se decidir quanto ao segundo turno, a maioria - 44,2% - afirmou que já estava decidido pessoalmente. Outros 18,8% afirmaram que debates entre os candidatos na televisão e no rádio contribuíram para a decisão. Em terceiro lugar apareceram os programas de candidatos na TV, com 15,5%.

    Sobre o pronunciamento do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, 30,3% declarou que viu ou ouviu a mensagem na televisão ou no rádio sobre o voto consciente.

    CM/

    E-mail destinatário:

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)